Gestão Fitness: Focando 100% no cliente

Tempo de leitura: 4 minutos

As empresas que se tornarão vencedoras daqui para frente são aquelas que entendem que o princípio básico da gestão moderna é o “cliente” no centro do planejamento, de todas as decisões e processos. Toda empresa visa lucro e quem entrega o lucro são os clientes satisfeitos.

Em se tratando da gestão do ambiente fitness esse mandamento ganha proporção ainda maior. De modo que tudo começa no planejamento. Ter o cliente como centro do planejamento significa conhecer profundamente os diferentes perfis e necessidades dos usuários do serviço.

Quem está começando…

Para quem pretende entrar nesse mercado, há alguns paradigmas que precisam ser levados em conta. A localização deve ser adequada, oferecendo acessibilidade aos clientes e visibilidade à academia. A estrutura deve ser moldada ao perfil socioeconômico dos consumidores locais. O tipo de estrutura determinará o investimento e o custo, que determinarão o preço cobrado.

Por isso é muito importante dimensionar essa estrutura de modo que os custos favoreçam uma política de preço que seja adequada. Oferecer uma estrutura top a clientes que não podem pagar levará o negócio ao fracasso porque o preço não será suficiente para bancar os custos ou a lucratividade será baixa.

Em qualquer situação, é preciso que haja a compreensão de dois fatores preponderantes para o sucesso. Um deles é que em qualquer academia há “perfis diversos” de clientes. O segundo é que a concorrência existe e está disposta a competir pela preferência dos mesmos clientes, logo é preciso “gerar valor”.

Recomendamos para você  Como organizar uma academia de musculação e garantir bons resultados

Pontos de atenção

Quanto aos perfis diversos, isso implica na necessidade de treinar os profissionais que irão lidar com eles. Quem frequenta um ambiente fitness sabe que há alunos que fazem da academia uma extensão de sua vida social. O professor, ou instrutor, deve estar preparado para lidar com esse tipo de aluno. Por isso, todos os profissionais, da recepção ao encarregado da limpeza devem estar preparados para tornar o ambiente agradável e favorável à socialização.

Por outro lado, tem aquele aluno que passa 40 minutos na academia e vai focado no treino. É um outro perfil, que requer outro tipo de atenção. Não importa o perfil, atenção é essencial para que o aluno se sinta bem e transforme a experiência em algo desejado, parte inseparável de sua rotina.

Gerando valor

Gerar valor é gerar satisfação. O preço é importante, mas nem sempre reduzir preço é a política correta. O ideal é investir no melhor serviço possível, com diferenciais que sejam perceptíveis pelo aluno. O bom ambiente é um desses diferenciais, mas há muito mais a ser feito e tudo depende de criatividade e da compreensão de quem é o seu cliente.

Diversificar as condições de pagamento e desenvolver programas de fidelização é um passo que deve ser dado, sempre tendo em vista o perfil dos clientes.

Interesse pelo aluno é a chave

Quando o gestor se pergunta quais os objetivos e necessidades de quem faz academia e como ajudar o aluno alcançá-los, está no caminho do sucesso. Independente do objetivo do aluno, se é aumento de massa muscular, emagrecer, melhorar a saúde ou a qualidade de vida, montar um programa de treino adequado não diferencial, é obrigação.

Recomendamos para você  Funil de vendas academia: o segredo de vendas

É preciso, porém, enxergar além do que é obrigação. Para atingir seus objetivos, o aluno precisa de mais que um bom programa de treinos e o acompanhamento de um professor para a correta execução e afastamento do risco de lesões. Esse processo envolve alimentação, suplementação e acompanhamento médico. Por que não disponibilizar esses serviços?

Será que o cliente se incomodará de pagar mais por um serviço que atenda todas as necessidades e expectativas, com programação de exercícios, acompanhamento médico e nutricional, tudo isso feito de forma integrada, no mesmo ambiente? Por que não uma loja de suplementos e uma cantina para oferecer alimentos?

Em resumo, trata-se de diversificar as fontes de receitas, aumentar o valor e poder praticar um preço mais alto oferecendo aquilo que o cliente precisa. É bom pensar nisso…

Gostou das dicas de manutenção para negócios fitness? Não deixe de postar seus comentários!

Comentários

comentários