Como o “free pass” pode ser uma poderosa estratégia de vendas para academias?

Tempo de leitura: 2 minutos

O que você vai ler neste artigo

Para atrair cada vez mais alunos às academias, uma das estratégias consideradas mais bem sucedidas é o “Free pass” ou “Aula teste”. Trata-se de um convite que é feito ao público alvo, no intuito de levá-lo a conhecer o estabelecimento. Tal estratégia oferece ao aluno uma experiência de consumo, que deverá deixá-lo ansioso por uma próxima aula.

Tal estratégia desperta a curiosidade do aluno em saber mais da aula de um determinado professor, passando a ele também mais credibilidade em torno da academia. As chances de conversão em matrícula são bem grandes.

Segundo a administradora de uma academia no Tatuapé, em São Paulo, o retorno é certo, porque os alunos vão com a intenção de só conhecer a instituição, porém, sentindo-se bem confortáveis, eles optam por fazer as matrículas. Eles percebem que o lugar é sério, os professores se empenham, então, como todo mundo precisa malhar, eles aceitam e tornam-se alunos fidelizados”.

Free pass para todos?

– Então, neste caso, o negócio é conceder um “free pass” para todo mundo?

Não. Tome muito cuidado, afinal, este “free pass”, não pode ser confundido como um brinde, mas sim, considerado um “privilégio”. Isso mesmo.

O primeiro passo é mapear o público alvo e focar tais convites nele. O contrário disso é desperdiçar tempo, energia e investimentos. Sendo o público-alvo de classe média alta, de nada adianta convidar um público-alvo classe média baixa. As pessoas vão gostar do serviço, mas não poderão pagar por ele.

Recomendamos para você  Propaganda de Academia: Como planejar e executar sua publicidade

Outro detalhe importante é que os convites só podem ser concedidos por funcionários, professores e alunos já matriculados. Isso cria o conceito de que, ao receber um convite de alguém já matriculado ou que trabalha no local, você recebe a oportunidade de fazer parte de um “grupo” seleto, algo com qualidade e que poucos têm acesso. Isso amplia o prazer da experiência de consumo de um aluno, ao fazer sua “aula teste”.

Inclusive, ele faz o “free pass” já imaginando quem poderia convidar ao mesmo, caso venha a se matricular.

Treinamento

Embora todos os alunos devam receber atenção do professor, o visitante privilegiado deve receber uma “atenção especial”. Isto porque ele precisa criar afinidades com a Academia e, para tanto, toda a equipe deve colaborar e mostrar a ele “por que aquela instituição é a melhor”.

O futuro aluno observará detalhadamente a aula do professor e poderá se agradar do tratamento recebido. Mas não exagere. Isso pode criar expectativas em demasia e, caso o aluno se matricule, poderá se sentir menosprezado e até enganado se aquela experiência de consumo não se repetir. É preciso tratá-lo, portanto, de forma especial, mas não muito mais do que o aluno que já paga mensalmente a sua matrícula.

Acredite: o “Free Pass” ou a “Aula Teste” é uma estratégia que dá certo e garante o retorno de alunos convidados à Academia em até 80%.

Recomendamos para você  Marketing para Academias de Musculação: 6 passos para o sucesso

Ele fideliza tais alunos com qualidade e garante ainda uma projeção positiva da marca, na região onde está localizada.

Comentários

comentários