Como estimar o preço de uma aula em sua academia

Tempo de leitura: 2 minutos

A falta de conhecimento no ramo, de clareza sobre o posicionamento de mercado e de planejamento com relação às despesas de uma academia, faz com que muitos proprietários brasileiros que acabam de entrar no mercado fitness tenham prejuízos nos negócios.

Isto porque o empresário que tem este perfil de administrador acredita que basta abaixar aleatoriamente os preços das aulas para que a quantidade de alunos matriculados aumente e tenha-se êxito nos negócios – uma ingenuidade.

Primeiro Passo: Preto no branco

O primeiro passo ao administrar uma academia é colocar na ponta do lápis, quais são todas as despesas deste negócio. É preciso, para tanto, calcular as despesas dos últimos doze meses, dividir por 12 e depois acrescentar mais 10% em cima deste valor (para despesas extras que possam surgir mensalmente). Em seguida, existem outras cinco etapas para se calcular e analisar até chegar ao preço ideal para cada matrícula.

Segundo Passo: Público alvo

O segundo passo diz respeito ao posicionamento de mercado. É preciso entender qual é o público que você atende: Classe A, B, C, adulto, jovem ou mais maduro, idade entre 20, 40, 60 anos. Por exemplo, a academia em questão oferece musculação e aulas coletivas para um público jovem, classe A e B, com idades entre 20 e 40 anos.

Recomendamos para você  Depoimentos de alunos - um aliado no marketing de academia

Terceiro Passo: Metas

A terceira etapa consiste em estabelecer uma meta para os lucros. O quanto a empresa precisa ter de resultado operacional no caixa, quando as contas já estiverem pagas. O resultado operacional ou lucro, se obtém quando se subtrai o valor da despesa do mês, da receita bruta mensal. Este cálculo deve ser feito antes de se aplicar o dinheiro em investimentos e pagamentos dos sócios.

Quarto Passo: Receitas

O quarto passo é calcular a receita esperada. Para isso, deve-se somar o resultado operacional esperado, com o valor das despesas mensais. Se em uma Academia o resultado esperado é de R$ 15 mil, e as despesas são de R$ 30 mil, a receita esperada é de R$ 45 mil.

Quinto Passo: Capacidade Operacional

A quinta etapa é analisar a capacidade operacional. Em uma academia de serviços (musculação aulas), a média de alunos varia de 0,8 à 1,5 clientes por metro quadrado. Em academias com baixo custo, esse valor é desconsiderado. No entanto, é necessário prever uma sazonalidade na frequência, que geralmente é mais alta em dois períodos do ano.

Assim, é preciso calcular uma margem de 30% a menos na capacidade da Academia, para que em períodos de grande procura, ela possa aumentar o seu ticket.

Por exemplo: Uma academia cuja capacidade seja de 2 clientes por metro quadrado, em uma área de 700 metros quadrados, tem a capacidade total de 1.400 alunos. Subtraindo 30%, a margem certa de alunos deve ser de 980 matriculas.

Recomendamos para você  Marketing Fitness: Dicas para fazer do jeito certo

Sexto Passo: Preço ideal

FINALMENTE, a sexta etapa! Vamos calcular o preço ideal de cada matrícula. Deve-se dividir a receita esperada, pela capacidade operacional. Assim, se a nossa Academia tem uma receita esperada de R$ 45 mil, com 980 matrículas, o valor de cada matrícula deverá ser de R$ 45,90.

Comentários

comentários