Como escolher o melhores materiais para academia?

Tempo de leitura: 3 minutos

Nos últimos anos, o mundo todo tem experimentado uma explosão da era fitness e, como consequência, do mercado relacionado à mesma. Isso se deve a inúmeros fatores, como maior nível de conhecimento e informação que chega até aos cidadãos comuns, melhorias no serviços de assistência à saúde, sejam eles públicos ou privados e, principalmente, pelo aumento na expectativa de vida das pessoas.

Neste cenário, montar uma academia é uma ótima aposta para os(as) empreendedores(as) que desejam entrar em um novo ramo de negócio e faturar alto com serviços que têm uma demanda cada vez maior.

Na tarefa de montar uma academia, muitos consideram uma série de variáveis para que o negócio tenha um sucesso. Localização, para evitar grande concorrência com outras academias localizadas próximas, profissionais que irão atuar como atendentes e personal trainers durante as atividades físicas e infraestrutura, como se irá ou não ter piscina, divisão dos espaços e acessibilidade são apenas alguns exemplos.

Apesar de todos esses tópicos serem fundamentais, é preciso lembrar que não se deve esquecer um aspecto decisivo tanto para o sucesso da academia entre seu público quanto para a manutenção de um orçamento possível: os materiais empregados.

Recomendamos para você  Marketing para Academias: 4 dicas para turbinar suas vendas

É justamente a este tópico, a escolha dos melhores materiais para os pisos de sua academia, que este artigo é dedicado. Vamos a ele.

Materiais empregado no piso

Com a tecnologia presente em todos os tipos de indústrias, hoje existem diversas opções de pisos que podem ser utilizados nos ambientes da academia por suas propriedades mecânicas e químicas, como absorção de impacto e resistente a arranhões.

Diante disso, não existe o melhor piso, mas sim aquele mais adequado às necessidades de cada ambiente, pois um piso utilizado na área de musculação não será o mesmo empregado no estúdio de dança, por exemplo.
Na sequência, separamos as opções mais comuns disponíveis no mercado e para quais ambientes elas são mais adequadas.

Madeira

A principal vantagem da utilização de madeira como piso de academias está em sua durabilidade, pois é atestado que tem uma longa vida útil, além de dar maior aconchego e sofisticação aos ambientes em que é empregada. No entanto, é pouco resistente à umidade, e por isso deve ser empregada em ambientes sem nenhum resquício de umidade, como o hall ou a recepção;

Laminado

em relação à madeira, a principal vantagem que o piso laminado apresenta é seu preço, extremamente acessível. No entanto, além de também não resistir muito bem à umidade, é um piso bastante escorregadio e pouco resistente à circulação intensa ou equipamentos pesados. Prefira sua utilização em ambientes nos quais se desenvolvem atividades mais tranquilas, como sala de ioga e pilates;

Recomendamos para você  Como atrair alunos para academia

Borracha

A maioria das academias optam por este piso, e isto não é coincidência. O chão de borracha é extremamente higiênico, não absorve água, é resistente a umidade, possui alta resistência à circulação pesada e ainda é capaz de absorver de forma bastante satisfatória impactos. Por isso, é recomendado em locais como a área de musculação e ao redor da piscina;

Vinil

O piso vinílico vem ganhando cada vez mais espaço pois, ao contrário do de borracha, ele é ambientalmente correto e tem várias opções de cores e estampas, trazendo mais personalidade aos ambientes. É de fácil limpeza, resiste bem a impactos e circulação pesada e é de fácil limpeza.

Comentários

comentários